KYUNGSOOBRASIL.com / Fanbase brasileira dedicada a Do Kyungsoo

 

O filme “With God” foi vendido em 103 países.

 

De acordo com a prudução de “With God” no dia 9 de novembro, o filme foi vendido para 13 países da região asiática no último Asian Film Market no Festival Internacional de Cinema de Busan (BIFF), seguido pela adição de 90 países, incluindo América do Norte, América Latina, Oceania e Europa no American Film Market (AFM). O filme foi exibido em 103 países.

 

“With God”, que revelou um vídeo excepcional de 27 minutos complementando a pós-produção e o conteúdo do vídeo de destaque de 12 minutos lançado no Asian Film Market no ano passado, capturando os corações dos compradores estrangeiros.

 

Os compradores estrangeiros não hesitaram nos elogios e nos aplausos para os visuais nunca antes vistos, um drama tão fresco e impressionante que reflete a visão do mundo coreano, as performances dos atores e o mundo da vida após a morte. Os compradores estrangeiros dizem:

 

Distribuidor tailandês: Sahamongkol International

“Esta é uma história única e com ótimo efeito especial. Estou muito feliz em poder distribuir a primeira e a segunda parte.”

 

Distribuidor latino-americano: Sun Distribution

“Eu adoro a combinação dos gêneros ação, fantasia e drama, além das histórias dos filmes. Especialmente os efeitos especiais são impressionantes. Parece uma peça única.”

 

Distribuidor norte-americano: Well Go USA

“Não duvido que seja um filme muito especial. Quero assistir o filme o mais rápido possível.”

 

Especialmente em 10 países da América do Norte e da Ásia serão lançados no mesmo tempo do lançamento doméstico em dezembro-janeiro. O público preliminar está cada vez mais interessado nas notícias de “With God”, que captura os corações dos mercados estrangeiros antes do lançamento.

 

A primeira parte de “With God” será lançada no dia 20 de dezembro. Confira o teaser do filme:

 

 


Fonte: Daily Sports (09.11.2017)
Tradução em Inglês: Kyungsoo Trans Team
Tradução em Português: D.O. Brasil

 

Durante uma coletiva de imprensa para o seu filme “Room No. 7” em 7 de novembro, D.O. do EXO se abriu sobre sua carreira em ascensão como ator.

 

No filme, o cantor interpreta um estudante universitário, atualmente de licença, que trabalha em tempo parcial em uma locadora de DVD falindo, a fim de tentar pagar suas dívidas. Tanto ele como o dono da locadora de DVD (interpretado por Shin Ha Kyun) ficam presos em uma rede de mentiras e segredos das quais eles lutam para se livrarem.

 

No que diz respeito ao trabalho com o ator sênior, D.O. compartilhou:

“Desde que eu era mais jovem, sempre pensei em como eu queria trabalhar com Shin Ha Kyun pelo menos uma vez, sempre que assistia seus filmes. Foi uma honra poder atuar junto com ele e me diverti enquanto filmava porque ele me fez sentir confortável”.

 

Quando o MC elogiou o membro EXO pelas suas habilidades de atuação, ele respondeu:

“Obrigado. Eu acho que estudo e aprendo muito com meus sêniores em todas as produções em que trabalho. Continuo a atuar com esta mentalidade, de que estou aprendendo”.

 

Quanto a como ele mudou ao longo de sua curta, mas bem-sucedida carreira, D.O. expressou:

“Eu estava muito nervoso quando estava filmando ‘Cart’ porque nunca tinha ficado na frente de uma câmera (para atuar) antes, mas acho que agora meus nervos melhoraram pelo menos”.

 

O ídolo também revelou sobre como ele se preparou para um personagem que se enrolou em uma situação fácil de se identificar e realista, como a de ter uma dívida.

“Foi difícil já que não me identificava pessoalmente com o problema dos empréstimos estudantis, mas eu tenho muitos amigos e perguntei muito indiretamente,” D.O. explicou. “Eu atuei como (meu personagem) Tae Jung na esperança de que os jovens adultos possam se relacionar e se tornar motivados enquanto assistem”.

 

“Room No. 7” estreará nos cinemas em 15 de novembro.

 


Fonte: Soompi
Tradução em Português: D.O. Brasil

 

 

Em 27 de outubro, Shin Hakyun, D.O. do EXO, Kim Dong Young e o diretor Lee Yong Seung realizaram uma transmissão no V Live para promover o lançamento do seu próximo filme “Room No.7”.

 

“Room No.7” é uma comédia de humor negro sobre o dono de uma loja de locação de DVD (Shin Hakyun) e um trabalhador de meio período (D.O.), cada um tem seus próprios segredos para esconder. O trabalhador de meio período está trabalhando para pagar as suas dívidas da faculdade, mas o proprietário da loja de DVD fica atrasando o seu pagamento.

 

O diretor Lee Seung Yong disse:

“É uma comédia de humor negro, mas há muitos outros gêneros misturados. Haverá um pouco de ação escondido do início ao fim”.

 

Shin Ha Kyun acrescentou:

“D.O. e eu tivemos que filmar uma cena de luta. Nós naturalmente nos agarramos na garganta e nos cabelos uns dos outros. Naquele momento havia mais cabelo do que ele tem agora. Usamos as coisas ao nosso redor também. Nós improvisávamos à medida que avançávamos”.

 

Sobre a parte em que jogou desodorante nos seus olhos, D.O. disse:

“Não foi realmente desodorante, mas ardeu quando entrou nos meus olhos, então me vinguei”.

 

Os dois também improvisaram no set, especialmente quando se tratava de palavrões. D.O. disse:

“Quando um palavrão que não estava no roteiro era dito, eu respondia com irritação”.

 

Shin Hakyun disse:

“D.O. me ignorou muito. Ele responde com um grande balanço. Em seus palavrões havia números e animais”.

 

“Room No.7” está programado para 15 de novembro.

 


Fonte: Soompi
Capture: Melodious_DO
Tradução em Português: D.O. Brasil

 

O diretor Kang Hyungcheol tem um recorde de lançamento de atores novatos ao sucesso, evidenciado por Park Boyoung de “Scandal Makers”, Shim Eunkyung e Kang Sora de “Sunny”. Mesmo assim, ele ouviu muitas críticas sobre como filmes de 10 milhões de wons¹ eram diferentes, muito difíceis.

 

E, em meio a críticas, Kang Hyungcheol escolheu Do Kyungsoo como protagonista de “Swing Kids”. Houve protestos de que, independente de quão famosa fosse a estrela de K-Pop, era demais ter uma protagonizando um filme de 10 milhões de won.

 

O diretor Kang Hyung Cheol fez uma jogada salvadora. O financiador não era confiável e estava perto de bloquear a produção. A “NEW” se tornou patrocinadora. Por isso, Do Kyungsoo foi anunciado em maio, mas as filmagens só começaram em outubro.

 

Para a imprensa, o diretor afirmou:

“Um filme altamente esperado precisa de convicção por trás de um elenco cuidadosamente escolhido. No momento em que vi Do Kyungsoo, o cenário foi evidente para mim. Parecia que o destino me levou a filmar este filme com ele.”

 

Sem escassez de elogios, o diretor parecia confiante em sua escolha:

“Swing Kids é um filme cheio de dança, raramente visto na Coreia. Precisava de alguém com habilidade de atuação e de dança, para um personagem em transição entre a infância e a idade adulta. Por isso, Do Kyungsoo foi como o destino.”

 

No começo, a “NEW” investiu 10 mil milhões de wons em “Thoughts of My Brother” de lm Siwan e contribuiu com mais de 800 milhões de wons no filme de zumbi do diretor Yeon Sangho, “Train to Busan”. “Thoughts of My Brother” não foi muito bem, enquanto “Train to Busan” ultrapassou o valor da referência de 10 milhões. Agora, a “NEW” fez sua aposta com Do Kyungsoo em “Swing Kids”.

 

Do Kyungsoo está plenamente consciente das circunstâncias. Em meio ao conflito de financiadores, ele praticou silenciosamente o sapateado. Durante cinco meses, ele procurou silenciosamente uma sala de prática. Antes de filmar, ele corajosamente raspou seus cabelos – uma ação difícil para um ídolo. Ao fazer tudo o que pôde, ele apenas provou a muitos que ele era a escolha certa.

 

No dia 16, uma conferência de imprensa foi realizada para “Room N° 7”, um filme com Do Kyungsoo e Shin Hakyun. Lá, Do Kyungsoo disse que concordava com a tatuagem de seu personagem de “não tentar agradar a todos”, mas ele ainda se esforçava em fazê-lo. Ele também afirmou que seu lema era “Em todas as perdas, há um ganho.”

 

À luz das circunstâncias em torno de “Swing Kids”, essas palavras são extraordinárias.

 

Nós tínhamos encontrado o Kyungsoo em um “funeral” no início deste ano. Ele nos disse:

“Eu continuei tendo papéis mais escuros, mas eu gostaria de agir como alguém brilhante e alegre.”

 

“Swing Kids” foi o filme que ele aceitou pouco depois dessa confissão.

 

  1. Observação: ’10 billion de won’ na tradução original são 10 milhões de won na nossa numeração, que equivalem a aproximadamente a 9 milhões de dólares.

Fonte: Star News (17.10.17)
Tradução em Inglês: FYDK-TRANSLATIONS
Tradução em Espanhol: EXO Argentina
Tradução em Português: D.O. Brasil

 

O membro do grupo EXO, Do Kyungsoo, raspou seu cabelo para interpretar o seu papel de ‘prisioneiro de guerra’ durante a Guerra da Coreia.

 

No dia 11 de outubro, Do Kyungsoo participou de um ritual de orações para uma boa filmagem de ‘Swing Kids’. O filme ‘Swing Kids’ é o último projeto do diretor Kang Hyeongchul, que já direcionou filmes como ‘Scandal Makers’ (2008), ‘Sunny’ (2011), ‘Tazza: The Hidden Card’ (2014).

 

O filme mostra a história de um jovem soldado norte-coreano e prisioneiro de guerra, Roh Kisoo, que se apaixona por sapateado enquanto está refugiado em um abrigo em meio ao caos da Guerra da Coreia.

 

Este filme é o projeto mais recente do diretor Kang Hyeongchul, seguindo seu último filme ‘Tazza: The Hidden Card’ (2014), há três anos atrás, e como os jovens atores  lideram esse filme, ele é altamente esperado entre os internos da indústria cinematográfica.

 

Do Kyungsoo interpretará o personagem principal “Roh Kisoo”, com Park Hyesoo sendo a atriz principal que dançará sapateado com Roh Kisoo. Oh Jungse participará com o papel de quem acabou se juntando ao grupo de dançarinos enquanto procurava sua esposa durante a guerra.

 

Apesar de ser um membro de um grupo de ídolos que são tendência da Ásia, EXO, Do Kyungsoo insistiu e prosseguiu em raspar seu cabelo para o filme, mostrando forte entusiasmo e compromisso.

 

Devido à natureza do seu papel de dançarino de sapateado, foi relatado que Do Kyungsoo praticou implacavelmente o sapateado nos últimos 3 meses, em meio a sua agitada agenda. É preciso sentir a responsabilidade e o peso de assumir o papel principal de um projeto de 10 milhões de won¹.

 

O filme “Swing Kids”, que tem a colaboração de Do Kyungsoo e do diretor Kang Hyeongchul, começará oficialmente suas filmagens no meio deste mês e seu lançamento é planejado para o próximo ano.

 

  1. Observação: ’10 billion de won’ na tradução original são 10 milhões de won na nossa numeração, que equivalem a aproximadamente a 9 milhões de dólares.

Fonte: StarNews (12.10.17)
Tradução em Inglês: enthralleddd
Tradução em Português: D.O. Brasil

Em 22 de julho, o EXO apareceu no “Knowing Brothers” da emissora JTBC e falou sobre as primeiras impressões que eles tiveram de D.O.
 
No segmento “Adivinhe Quem Eu Sou”, D.O. Revelou: “Quando entrei na SM Entertainment, Lee Soo Man me chamou de um bebê shaman.” Ele explicou: “Eu tinha 19 anos na época e eu era um pouco gordinho.”
 
Depois de ouvir a anedota de D.O., os membros o provocaram compartilhando como eles tiveram uma primeira impressão ruim dele apenas com base na aparência.
 
Chanyeol explicou: “D.O. sempre costumava olhar feio para as pessoas por causa da sua má visão. É por isso que a primeira impressão das pessoas dele não era tão boa”, para o que D.O. respondeu: “Tenho um péssimo astigmatismo. Não uso lentes de contato porque elas são desconfortáveis, então geralmente uso óculos, mas tiro-os quando estou gravando.”
 
Chanyeol e Suho também revelaram como Kai evitou inicialmente comer refeições com D.O. durante os seus dias de trainees. Kai compartilhou: “Eu pensei que D.O. não gostava de mim porque ele continuava olhando feio para mim. Eu sou tímido, então eu não posso comer com pessoas com quem me sinto desconfortável.”
 
Apesar de seus começos difíceis, as coisas mudaram rapidamente quando Kai continuou a explicar: “Depois de esclarecer nossos mal-entendidos, nos tornamos os mais próximos dos amigos.”
 


Fonte: Soompi
Tradução para o Português: D.O. Brasil